Mais testosterona com alimentação natural – músculos e libido



Mais testosterona com alimentação natural – músculos e libido – E, de repente, a idade chega e os músculos murcham, além da libido, que vai lá para baixo. E aquelas ereções matinais? Nada! Manter as ereções por mais tempo… já se foi o tempo. Há diversos fatores que podem estar influenciando sua vida para que isso tenha acontecido: obesidade, momentos de depressão, hipertenão arterial, e o consequente dever de se medicar diariamente. Além disso, uma vida sedentária, o estresse podem deixar suas taxas de testosterona caidaças.

No entanto, a primeira recomendação é a de um check-up no seu médico de confiança, que poderá exigir uma pequena bateria de exames, que vão garantir que tudo está em ordem contigo. Nada melhor que começar alguma coisa, sabendo-se que está tudo em ordem com seu corpo. Essa é a melhor dica!

Quais os benefícios de estar com a testosterona em níveis adequados?

Redução da gordura corporal
= Aumento da libido e desempenho sexual (+ potência erétil, entre outras)
Aumento da massa muscular – aumento da força
Bom humor

Existem diversos alimentos que podem dar um upgrade na incrementação da testosterona em seu organismo e, com isso, ver seus músculos darem aquele visual de antigamente, bem como o desejo aumentar consideravelmente. Mas… é evidente que para que isso aconteça, além de uma alimentação balanceada, com as sugestões aqui dadas, é de vital importância movimentar mais seu corpo, exercícios físicos, uma boa malhada com pesos podem fazer a diferença entre tudo caido e tudo em cima!

Alimentos que ajudam no processo de aumento de testosterona:

Amêndoas – Poderosa fonte de proteínas, fibras, anti-oxidantes, gorduras não saturadas, vitaminas e sais minerais. Taí, uma boa dica para seu dia a dia. Deve-se, no entanto, não exceder a aproximadamente 20 unidades/dia. Similares: castanhas, azeitonas, nozes.

Abacate – gorduras saudáveis, potássio, vitaminas C e E

Ovos – Sim! Os ovos são fonte de proteínas e colesterol. Havia uma negatividade em relação aos ovos, por causa do colesterol, mas isso ficou no passado. Coma ovos de 3 a 5 dias da semana. Evite fritadas, é claro, porque aí o óleo usado na fritura vai elevar seu colesterol, além de deixá-lo com a gordura ruim.

Feijão – Contém zinco, proteínas e fibras (beneféficas para seu coração!), pouca gordura. O feijão, principalmente o preto, está em todas as listas de alimentos mais saudáveis da atualidade.

Legumes e Verduras – Brócolis, couves e repolho. Esses vegetais, com fibra Indole-3-carbinol, evitam taxas altas de estrogênio (hormônio feminino – que induz o acúmulo de gorduras e jogam lá para baixo a taxa de crescimento muscular).

Carnes magras – Ricas em proteínas, magnésio, ferro, zinco e gordura saturada. São reconhecidas por todos que querem aumentar a produção de testosterona de maneira natural. Podem ser carnes vermelhas, como maminha, alcatra, filé mignon, fraldinha. Há, também, as carnes magras de aves, que contém proteína. Mescle as duas opções em seu cardápio.

Frutas – Use e abuse dessas frutas: banana, maçã (zinco = mais síntese de testosterona), laranja, toranja, acerola, limão, dentre outras, que são ricas em vitamina C, forte aliada na produção hormonal.

Gorduras saudáveis – Encontradas nos óleos vegetais: soja, coco, canola, azeites virgens ou extra virgens,] Nota pessoal: prefira sempre os azeites extra virgens que não seja transgênicos e os utilize no preparo de saladas, com as recomendações anteriores.







E, por fim, mas não menos importante, mantenha-se em atividade física, pelo menos de 3 a 4 dias por semana. Caminhadas, andar de bicileta, dar uma malhada numa boa academia, ou fazer exercícios em casa (com pesos, melhor ainda), para quem prefere privacidade, são as melhores formas de conseguir melhorar a massa muscular, além de metabolizar tudo isso que agora você está ingerindo, jogando sua testosterona pra cima, e com ela um novo astral em sua vida.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.